Como Fazer Cerveja Artesanal Passo A Passo

Descubra Como

Receitas

Neste post você encontrará diversas informações sobre cervejas artesanais, além disso compartilhamos aqui uma receita para que você aprenda como fazer cerveja artesanal na sua casa!

A cerveja artesanal é um tipo de cerveja fabricada usando métodos tradicionais e ingredientes de alta qualidade. O processo de fabricação de cerveja artesanal geralmente é mais longo do que o processo de cervejas produzidas em massa, e o produto final geralmente é mais caro.

No entanto, os entusiastas da cerveja artesanal dizem que o tempo e o dinheiro extras valem a pena, porque as cervejas artesanais são tipicamente mais saborosas e complexas do que as produzidas em massa.

Se você é novo na cerveja artesanal, a melhor maneira de começar é experimentar uma variedade de estilos diferentes até encontrar as variações que agradam mais o seu paladar.

O que é cerveja artesanal?

As cervejas artesanais se diferem das cervejas industrializadas principalmente pelo seu processo de fabricação, que é feito em menor escala por profissionais especializados, normalmente com ingredientes de alta qualidade dentre os mais comuns estão: lúpulo, malte, fermento e especiarias.

Apesar de levar no nome a palavra artesanal este tipo de cerveja também segue algumas regras. Assim como o vinho, há coisas específicas a serem observadas ao tentar apreciar todos os sabores que uma cerveja artesanal tem a oferecer. O primeiro passo é entender os diferentes tipos de cerveja artesanal.

Existem muitos tipos diferentes de cerveja artesanal, cada um com seu próprio perfil de sabor único. Alguns dos estilos mais populares incluem IPA (India Pale Ale), stout, porter e hefeweizen.

Cerveja artesanal e industrializada: Quais são as diferenças?

Quando a maioria das pessoas pensam em cerveja, a primeira coisa que vem à mente geralmente é uma lager light industrializada.

No entanto, a cerveja artesanal vem crescendo em popularidade nos últimos anos no Brasil e no mundo, à medida que os consumidores buscam produtos mais saborosos e únicos. Existem várias diferenças importantes entre cervejas artesanais e industrializadas.

As cervejas artesanais são tipicamente feitas com ingredientes tradicionais, como cevada maltada, lúpulo e fermento. Em contraste, os processos de fabricação de cerveja industrializados geralmente usam milho ou arroz como substitutos mais baratos da cevada maltada. Isso pode resultar em um perfil de sabor menos complexo e um corpo mais fino.

Os cervejeiros artesanais também tendem a se concentrar no uso de variedades únicas de lúpulo e métodos de fabricação de cerveja para criar sabores distintos. Muitas das maiores cervejarias têm receitas padronizadas que são usadas em todas as suas marcas. Isso pode levar a uma falta de diversidade entre as cervejas industrializadas.

Os fundamentos da cerveja artesanal

Quando a maioria das pessoas pensam em cerveja, vem na cabeça grandes marcas como Skol, Brahma, Antártica, Budweiser, etc. No entanto, nos últimos anos, um novo tipo de cerveja vem ganhando popularidade: a cerveja artesanal.

Este tipo de cerveja é feito por cervejeiros de pequena escala que se concentram na qualidade e variedade, fazendo cervejas que muitas vezes são diferentes de tudo que você encontrará em sua loja de bebidas local.

Então, o que torna a cerveja artesanal tão especial? Bem, por um lado, os cervejeiros artesanais usam ingredientes de alta qualidade. Além disso, costumam dar uma forte ênfase à sustentabilidade e ao uso de ingredientes locais sempre que possível.

Os diferentes tipos de cerveja

Embora toda cerveja seja feita de algum tipo de grão, o sabor e o teor alcoólico podem variar significativamente dependendo do tipo de malte utilizado. Existem quatro tipos principais de malte: duas fileiras, seis fileiras, Viena e Munique.

O malte de duas fileiras é o tipo mais comum de malte e é usado para fazer a maioria das cervejas americanas. O malte de seis fileiras é ligeiramente mais rico em proteínas e tem um teor alcoólico ligeiramente maior do que o malte de duas fileiras. É usado principalmente em cervejas mais escuras, como stouts e porters. O malte Vienna tem um sabor tostado e é usado para fazer lagers âmbar. O malte Munich tem um sabor doce e é usado para fazer bocks e doppelbocks.

Além de diferentes tipos de maltes, os cervejeiros também usam diferentes tipos de lúpulo para criar diferentes sabores em sua cerveja.

ONDE ENCONTRAR RECEITAS DE CERVEJA ARTESANAL

Se você está procurando um ótimo lugar para começar a produzir a sua própria cerveja em casa quando se trata de encontrar receitas de cerveja artesanal, a melhor opção que encontrei é de um curso pagado totalmente em português que ensina passo a passo de diversas receitas de cerveja artesanal.

Basta clicar na imagem abaixo para saber mais sobre este curso.

aprenda a Fazer Cerveja Artesanal!

Abaixo tanto a lista de materiais, a receita e o método de preparo foram retirados do site SBRT pois não somos especialistas na elaboração de cerveja artesanal, incluso sugerimos que se você deseja aprofundar mais sobre o assunto consulte este site pois também é uma ótima fonte de informação com diversos artigos sobre o tema.

Como Fazer Cerveja Artesanal Passo a Passo

Como Fazer Cerveja Artesanal

Descubra Como
Uma das grandes vantagens de fazer sua própria cerveja é que você pode personalizá-la ao seu gosto. Se você procura uma cerveja leve e refrescante, recomendo fazer esta receita de cerveja artesanal usando um malte claro. Isso dará à sua cerveja um sabor sutil e que combina bem com a maioria das combinações de alimentos.
Prep Time 12 d 10 mins
Cook Time 2 hrs 45 mins
Total Time 12 d 2 hrs 55 mins
Comida Bebidas
Origem do Prato Sumérios
Servings 5 Litros
Calories 43 kcal

Equipment

  • 2 Panelas Material de Ferro ou Alumínio
  • 2 Garrafões de vidro
  • 1 Colher de pau
  • 1 Pano fino limpo para filtrar
  • 6 Garrafas de 1 L
  • 6 Tampas para as garrafas
  • 1 Termômetro para culinária
  • 1 Fogão
  • 1 Peneira
  • 1 Liquidificador ou moedor de grãos

Ingredients
  

  • 800 gr malte de cevada escolha um produto de qualidade
  • 3 gr fermento cervejeiro extrato seco Também pode ser usado 80 gramas de fermento úmido
  • 8 gr lúpulo
  • 5,5 L água potável sem cloro

Instructions
 

  • Triture o malte no liquidificador. O malte não deve ser moído em pedaços pequenos para facilitar a filtragem.
  • Cozinhe o malte moído em uma panela com 3,0 litros de água sem cloro, mexendo com uma colher de pau.
  • Siga o processo e as temperaturas especificadas:
  • Quando estiver 44 graus Celsius, deixe descansar por 20 minutos;
  • Aqueça a 52 graus Celsius, descanse por 10 minutos;
  • Aqueça a 70 graus Celsius, descanse por 25 minutos;
  • Aqueça a 76 graus Celsius, descanse por 5 minutos.
  • Filtre com ajuda de uma peneira para separar os resíduos do malte.Lembre-se de que o bagaço tem alta qualidade de açúcar e ajudará nafermentação.
  • Então aqueça novamente o bagaço utilizando água sem cloro por 20 minutos a 70 graus Celsius e misture com ao mosto separado anteriormente.
  • Ao mosto adicione o lúpulo e deixe ferver por uma hora, filtre com auxíliode um pano fino limpo.
  • Adicione 4 litros de água limpa gelada a mistura controlando atemperatura para que diminua até 12 graus Celsius.
  • Adicione o fermento a mistura anterior e agite até dissolvercompletamente.
  • Envase no garrafão de vidro tampando com uma rolha com um buraco nocentro e uma mangueira para que saia o gás carbônico e não estoure a garrafa.
  • Deixe fermentando durante 5 dias completos na geladeira.
  • Troque para as garrafas que serão utilizadas já limpas e esterilizadas,tome cuidado para que o fermento que decantou não passe para o novo envase.
  • Feche as garrafas com a tampa adequada e refrigere por pelo menos mais 7dias.

Notes

O tempo de duração da cerveja envasada e fria é de aproximadamente um mês.

Como provar e apreciar a cerveja

Quando você bebe cerveja, a primeira coisa que você deve fazer é cheirá-la. Aprecie as notas da fragrância da cerveja e sinta que tipo de aroma ela tem. As cervejas terão cheiros diferentes com base nos ingredientes que foram usados para fazer isso.

Em seguida, tome um pequeno gole da cerveja e enrole-a na boca. Observe como o sabor muda à medida que se move.

Por fim, engula a cerveja e veja como termina na boca. Algumas cervejas terão um sabor amargo, enquanto outras serão doces.

Ao dedicar um tempo para cheirar e apreciar cada cerveja, você poderá encontrar as variedades que sejam para você mais saborosas.

Harmonização de cerveja artesanal com comida

Ao combinar cerveja artesanal com comida, há algumas coisas que você precisa levar em consideração. O fator mais importante é a intensidade dos sabores tanto na cerveja quanto da comida. Se os sabores forem muito intensos, eles podem colidir e tornar uma experiência desagradáveis.

Outra coisa a considerar é quão bem os sabores se complementam. Por exemplo, se você está comendo um prato picante, você pode querer uma cerveja que tenha algum tempero próprio para equilibrar. Por outro lado, se você está comendo uma sobremesa doce, você pode querer uma cerveja mais doce para acompanhar.

Uma última coisa a ter em mente é que as cervejas artesanais podem alterar o sabor dos alimentos. Muitas cervejas têm um agente aromatizante adicionado a sua receita e que pode alterar o sabor dos pratos que serão consumidos em conjunto como queijos e carnes.

Esperamos que tenha gostado tanto da receita como do post, deixa-nos um comentário e ajude-nos compartilhando nas redes sociais.

Um abraço e até o próximo post.

Deixe um comentário

Classificação da receita